Fatel

Notícias

WhatsApp para empresas: 3 dicas que você precisa conhecer antes de levar seu negócio para o app

Para especialista, é preciso planejar o uso da ferramenta e não gerar experiências frustrantes para os clientes

Pode ser para vender roupas, receber encomendas de doces ou até prestar serviços funerários. O WhatsApp virou queridinho dos empreendedores brasileiros e já faz parte da rotina dos negócios. Mas quem está pensando em levar a empresa para o aplicativo deve ficar esperto: algumas ferramentas e regras são diferentes da versão para usuários e merecem atenção.

Em entrevista a PEGN, Juliano Braz, diretor de vendas da plataforma Take, destacou três dicas que podem ajudar nesse caminho. Segundo ele, é preciso planejar e aprimorar a implementação da ferramenta para que ela realmente gere resultados. "Não adianta estar no WhatsApp se essa presença não gerar uma boa experiência para o cliente", diz.

Veja as dicas abaixo:

1. Entenda qual versão combina com o seu negócio
Hoje, o aplicativo oferece duas versões diferentes para contas comerciais:

WhatsApp Business App: voltado às pequenas empresas, exige que a maior parte da comunicação seja feita manualmente pelo celular ou pela versão web. Permite a automação de algumas mensagens, como as de ausência, apresentação ou para perguntas frequentes. O perfil também pode exibir informações como endereço, horário de funcionamento e catálogo de produtos.

WhatsApp Business API: voltada às médias e grandes, esta versão oferece ferramentas mais automatizadas e a possibilidade de atingir maior alcance – algumas campanhas, por exemplo, envolvem o envio de milhares ou milhões de mensagem. Para implementar a solução, é preciso procurar um provedor de soluções certificado pela companhia.

Apesar do foco em empresas maiores, a segunda versão também pode atender os pequenos. Algumas empresas, como a Take, têm desenvolvido soluções com foco nesse público.

2. Fique atento aos termos de uso
Se entre os usuários a mania de não ler regras e termos é arriscada, aqui ela tem ainda mais chances de gerar problemas. Braz destaca que o aplicativo proíbe algumas práticas, como o spam, e tem equipes atentas para mapear e bloquear quem não respeita as políticas de uso. Elas, aliás, também podem mudar com o tempo. "O empreendedor pode aprender as regras e ficar atento ou contratar uma empresa especializada para fazer isso", diz.

3. Saiba usar o app a favor (e não contra) do seu negócio
Se o WhatsApp é um dos canais de comunicação da sua empresa, é preciso que ele realmente funcione como tal. Afinal, não adianta oferecer facilidades ao cliente se, no final, ele precisará recorrer a outros meios para conseguir o que precisa. "Gerar uma boa experiência é resolver problemas. Se ele tenta fazer isso pelo WhatsApp e não consegue, precisará ligar e não estará sendo atendido por seu canal de preferência."

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos

Agenda Tributária

Período: Agosto/2020
D S T Q Q S S
      01
02030405060708
09101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Cotação Dólar