Fatel

Notícias

Comunicação e liderança: 3 dicas para lidar com crises

A forma como você se comunica com sua equipe é crucial em períodos como o que vivemos

Seja em incidentes do cotidiano, seja em momentos como os que estamos vivendo com a pandemia do novo coronavírus, a comunicação com os funcionários é um ponto fundamental para aqueles que ocupam posições de liderança.

Em artigo publicado no portal Inc., o escritor e fundador do FireMeIBegYou.com, Robbie Abed, reuniu algumas dicas formuladas a partir da experiência com CEOs e executivos. “Cada um lida com crises de uma forma diferente, eu entendo. Mas há formas com as quais líderes se comunicam com suas equipes que realmente se destacam das demais”, afirma o autor.

Veja as dicas abaixo:

Quando tiver de anunciar más notícias, faça isso de uma vez só

Independentemente da hora ou do dia, ninguém quer receber notícias ruins. Por isso, é melhor fazer o anúncio rapidamente. “Esconder más notícias ou adiar decisões causa confusão e ansiedade em toda a sua equipe. E quando você precisar que eles estejam mais focados do que nunca, vão passar o tempo se concentrando no desconhecido”, escreve Abed.

Por isso, o autor defende que, se precisar demitir, faça isso "de uma vez" — em vez de fazer uma reunião para anunciar que haverá cortes e não contar na mesma ocasião quem deixará a equipe, por exemplo. Além disso, aproveite para falar o que acontecerá em seguida.

Estabeleça que você está aberto para qualquer reunião com qualquer membro da equipe, a qualquer momento

“Quando as pessoas não têm certeza sobre o que está acontecendo em suas vidas e carreiras, elas ficam agitadas e imprevisíveis”, escreve o empreendedor. Ele conta que teve um cliente que fez um ótimo trabalho comunicando más notícias e especificou que estava aberto a telefonemas ou videochamadas a qualquer momento. Ele até deu seu número de celular e e-mail para que todos pudessem entrar em contato, mesmo sem hora marcada.

Como esperado, empregados falaram diretamente com ele, que pôde acalmá-los e redefinir expectativas. “Sim, a medida demanda muito tempo, mas, no final, valeu a pena para ele, para a empresa e a equipe”, diz Abed.

Em experiência oposta, o empreendedor conta já ter visto executivos que deram más notícias numa segunda de manhã, mas sem especificar o que aconteceria com os empregados. Todos ficaram pensando se perderiam seus empregos ou se os salários seriam reduzidos, o que não foi esclarecido diretamente. Mas o maior erro, de acordo com Abed, foi o fato de os líderes não se mostrarem disponíveis para conversar. Assim, a semana foi improdutiva e marcada por muita ansiedade.

Negócios são negócios, mas as pessoas sempre vêm em primeiro lugar

A forma como um líder trata seus empregados em tempos de crise determina quão leais os funcionários serão, quão duro vão trabalhar e, por fim, o próprio sucesso da empresa, defende o autor. “Para algumas empresas, os executivos fizeram cortes nos salários para reduzir as demissões, e isso sempre será apreciado. Agora é a hora de pensar em seu pessoal quando você se comunica claramente. Você provavelmente estava na posição deles em outra fase da sua vida, e agora não é hora de esquecer isso.”

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos

Agenda Tributária

Período: Maio/2020
D S T Q Q S S
     0102
03040506070809
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Cotação Dólar